terça-feira, 23 de setembro de 2008

Herança Biológica?

Diante de tantas palavras que sempre ouço, tantas opniões a respeito de minhas características, ontem ouvi algo que me deixou superpreocupada e pensativa.A minha tia disse que às vezes faço coisas tais quais a que minha mãe (biológica) fazia, principalmente com o meu pai.Levando em consideração que ela o tratava mal isso não foi um elogio.Infelizmente, pareço carregar semelhanças vindas no gen porque convivência zero não pode ter me feito tão igual a ela.Em virtude disso, tenho tentado veementemente agir diferente do que ela agiria, isto é, diferente de como eu estava agindo.Não é tarefa tão fácil, mas as últimas horas têm me trazido paz e alegria, então, fazer com que as pessoas que me cercam sintam que eu as amo pode fazer mais bem para mim do que propriamente para elas.Preciso contribuir para um ambiente saudável, equilibrado e sereno.Esperar que esses adjetivos apenas venham dos outros é egoísta demais.A paz tem que partir de mim, e como um imã atrairei tudo em dobro.Graças a Deus (só Ele mesmo para me entender) tomei consciência à tempo das bobagens que andava fazendo.Sei que já tenho 31, mas será que essa consciência já não é um presente de aniversário?tem pessoas que nascem e desencarnam e ainda não aprendem nada.Claro que o aprender não quer dizer colocar em prática, mas no meu caso, farei com que seja.Já avisei que se eu recomeçar a agir como uma louca podem me avisar e me dar um gelo daqueles, só assim passarei horas chorando, me arrependendo e agradecendo a todos por me amarem tanto.

=)

2 comentários:

Déo "Neguinho Atento" disse...

Tem coisas que vc fala, com as quais eu me identifico muito.

Por exemplo, esse lance de ir contra uma característica herdada do d.n.a. de nossos familiares. Nossa única diferença é que, enquanto vc nunca conviveu com sua mãe biológica, eu convivo com meus pais.

Agora a gente se assemelha no quesito de querer lutar contra uma herança genética!

Eu, por conhecer e conviver com meus pais, quando estou agindo de determinada maneira, me pego fazendo aquilo que eu mais DETESTO na minha mãe, ou no meu pai. É uma sensação estranha e irônica. E eu me indago "não, eu não posso estar sendo assim".

Com vc, Paty, isso não acontece. É preciso que sua tia te diga que vc tá parecendo com sua mãe. Acho que vc deve ficar meio perdida, pela falta da referência de como é o jeito da sua mãe em determinada situação.

Eu sei exatamente o que eu herdei de bom e de mal dos meus pais. Vc talvez não saiba, mas certamente herdou sim coisas boas e 'não tão boas assim' dos seus.

O fato é que eu tento ir contra essa tal "força genética", respirando fundo, contando até 10, tentando transcender. Não sei se consigo. Assim como vc, ultimamente tenho tentado estar mais leve. Sem rancores e menos implicante.

Vamos seguir na missão...tentando!!!
:-)

Carol Costa Bernardo disse...

Linda...
é assim mesmo a vida não. precisamos negar algumas coisas em algumas pessoas para nos afirmarmos. é a luta pla nossa identidade original.
admiro sua coragem em se mostrar tão nua assim pra gente!
te adoro