quinta-feira, 22 de abril de 2010

eu penso assim...




Hoje eu li uns artigos de um blogueiro maravilhoso, virei fã, adoro descobrir homens que pensam e me fazem pensar. Gustavo Gitti fala sobre o que os homens sentem, principalmente sobre relacionamentos afetivos, sexo propriamente dito. Tô com inveja da namorada dele, ter um cara inteligente, sensível, que escreve bem e que ainda por cima é barbudo ai Meu Deus...só falta deixar ela falar kkkkkkk, aí já seria querer demais. Gostei, foi bom, ainda mais neste momento em que me sintia uma megera de bobs no cabelo por não concordar com certas necessidades masculinas, acho, sinceramente, que em se tratando de sexo, homens e mulheres sentem a mesma necessidade, aquela coisa de precisar de pele, de abraço, de carinho, de presença, só que pra nós mulheres as coisas não são tão fáceis, tão rápidas, bom...pelo menos pra mim não é, por mais que eu sinta vontade, que eu sinta desejo, que eu sonhe acordada, não consigo realizar de forma impulsiva, até porque me conheço bem (aos 32 posso falar assim) pra saber que fazer amor com alguém que se ama e transar com alguém que só gosta não é a mesma coisa, na verdade é outra história, é outro prazer, fazer amor com quem se ama é algo que transcende o prazer corporal, quantas vezes não fiz amor com meu ex-namorado sem sentir nada, e foi maravilhoso pelo simples fato de estar com ele, e quantas (poucas) vezes fiz a mesma coisa com a mesma pessoa e não foi tão bom pela ausência do sentimento que antes existia. Eu só consigo me entregar se primeiro acontecer na minha cabeça e no meu coração, se primeiro eu sentir prazer só com a caminhada de mãos dadas e a sensação de que estou acompanhada de verdade, ainda que um esteja no trabalho e outro na faculdade. Antigamente eu achava que só eu pensava assim, mas hoje sei que não, que é uma característica de muitas mulheres e na adolescência, quando ainda não me conhecia, sentia vergonha de ser assim, agora, na fase adulta ( a que mais adoro estar) sinto-me orgulhosa por me conhecer mais e saber que sou uma mulher com personalidade e com desejos, os quais, certamente, merecem respeito. Sei que sexo é bom, é maravilhoso, mas só quando é feito na hora certa, com a pessoa certa. E esse tempo e essa certeza não dá pra marcar, é o coração que avisa.

Paty

2 comentários:

disse...

...olha gostei de mts coisas q vc falou mas acho q sexo tanto é bom so por ser sexo mas q tambem é maravilhoso qndo se ama,eu adoro fzr amor mas as vzs nao é cm agente quer e nem cm quem agente ama entao o legal é aproveitar os dois, isso se nem um dos lados sofrer entende? adoro o sorriso, o beijo, a caminhada junta a mao na mao o encanto o encontro o riso o pranto mas nem td sai cm agente quer...bjs

Paty disse...

Josinho,

Eu sei...entendo você, mas me entendo tbm, tem horas que eu queria ser menos radical, mas se eu forçar vou estar fazendo algo contra mim. Seu ponto de vista é mto válido e será levado à direção para análise. kkk

Super beijos!