domingo, 28 de outubro de 2012

Falta de tudo

Não sei o que fazer com tanta dor. Achei que com o passar dos dias ela ia me abandonar também, como ele fez. Mas não. Essa dor não quer me largar, pelo contrário parece que veio para ficar, tá crescendo, mudando de tamanho. Tem dias que parece que ela cansa e me dá um tempo, mas no dia seguinte vem com tudo, toma um espaço enorme na minha vida. Outra coisa que muda é a sua motivação: raiva, indignação, saudade. Sim, esta é a que mais dói. 
Vai embora saudade, por favor, se ele não me quer, eu também não te quero!

Tô me sentindo vazia, cheia de dor, sinto saudade do cheiro dele, dos olhos, do sorriso...tudo me faz falta, tudo.

Paty