quarta-feira, 12 de maio de 2010

será que é só isso que fica de mim?



O último romance terminou e hoje eu não tô bem. Do nada começa a passar um filme na cabeça do que houve e principalmente do que nem chegou a acontecer. Agora tô em dúvida se tive minha parcela de culpa, concretizada pela minha excessiva racionalidade. Ninguém sabe, mas até os mais brutus virginianos sofrem. Tão ruim sentir que a casa fim de um novo relacionamento deixo marcas negativas: raivas, rancores, mágoas etc. Será que é só isso que fica de mim?Vou parafrasear o Padre Fábio:


"O tempo da permanência não importa.
O que verdadeiramente conta é o que deixamos quando partimos".


Padre Fábio de Melo via twitter em 11/05/10


p.s:Invejo essa gatinha aí da foto. Queria estar como ela: aninhada.


Paty

2 comentários:

Daniel Leão disse...

e isso é típico de virginiano ? putz... rsrsrs

Paty disse...

kkkkkkkkk cara sim, eu acho que sim, mas temos nossas qualidades. Somos carinhosos, fiéis (a maioria), sinceros...enfim temos uma "ruma" de coisas positivas que nos tornam apaixonantes e encantadores.